21.10.09

José Saramago - Caim ou Abel?

A propósito da publicação do seu último livro, "Caim", José Saramago afirmou que a bíblia "é um manual de maus costumes e um catálogo de crueldades".

Reagindo a esta afirmação do Nobel da literatura, o eurodeputado do PSD, Mário David, que é também vice-presidente do Partido Popular Europeu, disse ter "vergonha" de ser compatriota do escritor e acrescentou que José Saramago devia renunciar à nacionalidade portuguesa.

Ora aqui está o partido que levou à exaustão a expressão "asfixia democrática" a mostrar a sua enorme tolerância e atitude democrática perante a opinião dos outros...

O porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), Padre Manuel Morujão, classificou o novo livro de José Saramago como uma "operação de publicidade".

É natural. Qualquer Nobel precisa de publicidade. Se não houvesse polémica ninguém sabia quem era este senhor chamado José Saramago...

Questionado sobre se tenciona ler "Caim", o porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa disse que a nova obra de José Saramago não está entre as suas "prioridades".

"Não está nas minhas prioridades a leitura desse livro, porque pela apresentação que aparece na Comunicação Social acho que é de alguém que não entende os géneros literários da bíblia", justificou.

As saudades que este senhor deve ter do famigerado lápis azul... ou mesmo da fogueira...

O padre Manuel Morujão adiantou que "a bíblia não tem só livros históricos como tem livros poéticos e livros sapienciais".

Livros poéticos?! Já li a Bíblia mas continuo a preferir o Fernando Pessoa.

Alguém quer opinar?


*Ricky*

1 comment:

Anonymous said...

Eu acredito em Copérnico, Galileu Galilei, Charles Darwin, Kepler, Einstein, Carl Sagan e, obviamente, em Saramago. Todos eles (e muitos outros) provaram como a Bíblia estava errada: É claro que o Universo e o Homem não foram feitos em 6 dias, a terra não é o centro do Universo e o Homem (e a mulher) não tiveram origem em Adão e Eva, isto só para começar uma qualquer abordagem. Depois, mais adiante, no livro mais lido do mundo, várias vezes se refere à mulher como sendo inferior ao homem (dada até a sua origem e razão porque foi criada). Mais adiante, também se dão conselhos de como tratar um escravo???
É claro que toda a gente com alguma formação científica (pouca) até sabe que a Bíblia está errada, mas daí a escrevê-lo e afrontar de uma vez só o livro que serve de referência a várias grandes religiões do mundo, é preciso ter coragem!

Zé da Burra o Alentejano