27.4.09

Proibida de gritar pelo tribunal

Uma britânica de 47 anos pode ser condenada a cinco anos de prisão efectiva por ter ignorado uma decisão judicial que a proibia de gritar durante o acto sexual.

O casal foi recentemente advertido pelo tribunal após ter acordado a vizinha, que curiosamente, sofre de surdez... (agora imaginem esta menina a gritar… se conseguiu acordar uma surda, não me admira nada que o namorado também já esteja completamente mouco!).

A vizinhança de Caroline e do marido, Steve, já apresentara 25 queixas pelos gritos e ruídos de bofetadas (é adepta do tauísmo... assim é normal que grite...).

Agora, a polícia foi uma vez mais chamada, e deteve Caroline. A mulher garante, "não vou parar" (só faltou dizer, "gritarei até que a voz me doa!").

Faz lembrar uma ex-vizinha minha... e apesar de tudo, nunca fiz queixa....
Eu acho que é má vontade dos vizinhos... ou inveja! Coitadinho do rapazinho que não pode dar umas palmadinhas no rabo da menina! E coitadinha da menina que não pode libertar o seu stress...


*Ricky*

No comments: